Esportes Jogos Escolares

Participação de escolas rurais abrilhanta fase municipal dos jogos estudantis em Rio Branco

Na fase municipal dos jogos estudantis, a participação de duas escolas rurais na zona II (região da Baixada) abrilhanta a competição.

Por Redação

15/05/2024 às 20:16:35 - Atualizado há

Na fase municipal dos jogos estudantis, a participação de duas escolas rurais na zona II (região da Baixada) abrilhanta a competição. São elas: a escola Dalva de Souza, localizada no km 58 da estrada AC 90 (Transacreana), na Vila Verde, e a escola Major João Câncio, localizada no km 80, também na Transacreana.

Embora os resultados não sejam positivos, gestores, professores e atletas encaram o desafio de representar as escolas na competição escolar mais importante do estado, os jogos estudantis. E os desafios são os mais variados e diversos, como treinamento no contraturno das aulas.

O diretor da escola Dalva de Souza, professor Jairo Ribeiro, destaca que é a segunda vez que a escola participa dos jogos, embora para alguns atletas seja a primeira vez. "Essa participação é importante porque motiva os alunos", disse.

No primeiro jogo, a equipe da Dalva de Souza perdeu para a equipe da Serafim Salgado pelo placar de 20 a 0 e, no segundo jogo, realizado nesta quarta-feira, 15, perdeu também para o time da escola Tancredo Neves, pelo placar de 17 a 2.

"Mas o nosso sentimento é de alegria. Ficamos felizes por estar saindo da zona rural e proporcionar momentos de lazer para esses alunos, porque eles não tem tempo nem mesmo para treinar", destaca.

Pensamento semelhante tem a professora Simone Mourão, treinadora da equipe da Dalva de Souza. Segundo ela, muitas vezes é preciso fazer adaptações. "Muitas vezes não se pode marcar treino porque eles moram longe", explicou.

Professora Simone Mourão: "fazemos adaptações para treinar". Foto: Mardilson Gomes/SEE

Mesmo assim, a professora conta que os alunos pediram uma oportunidade para jogar e participar dos jogos estudantis. "Trouxemos eles para jogar pela primeira vez numa quadra, para terem experiência em jogo oficial, mas no próximo ano eles estarão mais preparados", disse.

O atleta Kauan Rosa, do oitavo ano, revela que nunca jogou em quadra. "Eu nunca joguei em quadra, somente em campo, e tudo é diferente, o drible, o passe, a movimentação da bola, então, está sendo muito bom poder jogar", destacou.

Desafio gratificante

Além da Dalva de Souza, outra escola rural de Rio Branco que participa da fase municipal dos jogos estudantis é a Major Câncio. Ela também não obteve êxito no primeiro jogo, perdendo para o Colégio Acreano pelo placar de 16 a 2. Nesta quarta-feira, 15, jogou contra a escola Marilda Gouveia.

Para o diretor da escola, professor José Eronilson de Oliveira, é importante participar da competição na medida em que os alunos se sentem contemplados e importantes. "Para muitos, é a primeira vez que eles entram numa quadra, por isso é importante incentivar a integração entre eles", disse.

Escola João Câncio trouxe duas equipes masculinas de futsal, uma no sub-14 e outra no sub-17. Foto: Mardilson Gomes/SEE

Já para o treinador da equipe, o professor Aroldo Matos, depois da pandemia, os alunos ficaram isolados, sem ter uma atividade esportiva. "Tudo é no campo. Agora é que eles estão se acostumando a jogar em quadra", ressaltou.

O atleta Pedro Henrique Silva Lima, do oitavo ano, disse estar gostando de competir pelos jogos escolares e se sente honrado em representar a escola. "É a quarta vez que jogo em quadra e estou gostando de representar a escola", frisou.

Atleta Pedro Henrique da Silva: "Honrado em representar a escola". Foto: Mardilson Gomes/SEE

A escola João Câncio trouxe para os jogos estudantis duas equipes masculinas de futsal, uma categoria sub-14 e outra na categoria sub-17. Além disso, participará da fase municipal dos jogos com outras duas equipes de vôlei masculino (sub-14 e sub-17), além de uma de vôlei feminino (sub-14). Também estará representada no atletismo masculino e feminino nas categorias sub-14 e sub-17.

Comunicar erro

Comentários Comunicar erro

O Janelão

© 2024 O Janelão - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

O Janelão