Sa√ļde Parceria com Governo Federal

Acre promove oficina de prioridades do Programa de Pesquisa para o SUS na próxima semana

O governo do Acre, com apoio do governo federal, por meio do Ministério da Saúde, promove na próxima terça-feira, 21, a Oficina de Seleção de Prioridades do Programa de Pesquisa para o Sistema Único de Saúde (PPSUS): Gestão Compartilhada em Saúde, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapac) e da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), a partir das 8h, na sede do Sebrae, em Rio Branco.

Por Redação

15/05/2024 às 11:12:25 - Atualizado h√°

O governo do Acre, com apoio do governo federal, por meio do Ministério da Sa√ļde, promove na próxima terça-feira, 21, a Oficina de Seleção de Prioridades do Programa de Pesquisa para o Sistema √önico de Sa√ļde (PPSUS): Gestão Compartilhada em Sa√ļde, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapac) e da Secretaria de Estado de Sa√ļde (Sesacre), a partir das 8h, na sede do Sebrae, em Rio Branco.

O evento representa um importante passo para o avanço das questões de sa√ļde p√ļblica no Acre, a partir de um consider√°vel investimento, tanto da gestão estadual quanto federal, para garantir o fortalecimento do SUS no estado.

De acordo com o presidente da Fapac, Moisés Diniz, a oficina representa um momento oportuno para o Acre tomar o protagonismo cient√≠fico na região amazônica.

Presidente da Fapac, Moisés Diniz, explica que o momento é importante para a resolução de problemas regionais. Foto: Aleksandro Soares/Saneacre

"O governo do Acre, por meio da Fapac, est√° destinando recursos para pesquisas na √°rea do SUS, com o objetivo de buscar soluções e inovações tecnológicas em sa√ļde p√ļblica, com foco na riqueza da nossa biodiversidade amazônica", afirmou.

Nessa edição, o governo do Acre investiu R$ 300 mil, que, somados ao montante de R$ 950 mil do Ministério da Sa√ļde, totaliza R$ 1,250 milhão.

PPSUS

O PPSUS é uma iniciativa de descentralização de fomento à pesquisa em sa√ļde nos estados, visando ao desenvolvimento cient√≠fico e tecnológico para reduzir as desigualdades regionais.

Essa é a terceira etapa do projeto; as outras duas foram consultivas dirigidas aos gestores e trabalhadores do SUS dos 22 munic√≠pios acreanos, em que, a partir de um question√°rio, foram diagnosticados os principais problemas enfrentados na gestão do sistema.

No dia 21, a oficina vai envolver pesquisadores que vão definir linhas de pesquisa a serem obrigatoriamente desenvolvidas na √°rea da sa√ļde. A partir de cada problem√°tica elencada, serão definidas duas linhas de pesquisa.

Um dos respons√°veis pelo programa na Fapac, Davilson Cunha, explica que as propostas de pesquisa serão enviadas a Bras√≠lia para avaliação, quando então serão efetuados os editais. "Dentro de 60 dias receberemos a devolutiva do ministério e, a partir das orientações, elaboraremos o nosso edital de chamamento de pesquisadores", afirma.

Cunha frisa que é um evento técnico e de elaboração com base nas problem√°ticas enfrentadas pelo Estado na √°rea da sa√ļde.

Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

O Janelão

© 2024 O Janelão - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

O Janelão